Cinco livros de Agatha Christie, a rainha dos crimes na ficção
Cinco curiosidades sobre a sexta-feira 13
13/09/2019
Músico desenvolve site que cria playlist de acordo com o clima na sua região
17/09/2019

Cinco livros de Agatha Christie, a rainha dos crimes na ficção

Agatha Christie é, sem dúvidas, um dos maiores nomes da literatura mundial. A escritora inglesa, conhecida como a “rainha do crime” devido a seus romances policiais, completaria 129 anos de idade no último domingo, dia 15 de setembro. Sua obra ganha novos fãs diariamente e, para marcar a data, o blog da Traduzca traz hoje alguns do melhores livros publicados pela autora.

E não sobrou nenhum (1939)

O romance policial mais vendido de todos os tempos, com mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo, conta a história de dez pessoas isoladas em uma ilha onde assassinatos são cometidos em sequência seguindo versos de uma canção infantil. O livro de Agatha Christie já foi adaptado para a TV, cinema e teatro desde que foi lançado.

Assassinato no Expresso do Oriente (1934)

Talvez a publicação mais famosa da autora inglesa, o Assassinato no Expresso do Oriente é baseado em fatos reais e conta a história do detetive belga Hercule Poirot, que investiga um crime ocorrido dentro de um luxuoso trem que para no meio do trajeto durante uma forte nevasca. O livro escrito por Agatha Christie no início da década de 1930 ganhou uma adaptação para o cinema recentemente.

O assassinato de Roger Ackroyd (1926)

Quando o personagem que dá nome ao livro é encontrado morto dentro de sua própria casa, Hercule Poirot, aposentado, aparece para resolver este caso e buscar uma ligação com outros dois crimes que ocorreram na cidade. Narrado em primeira pessoa pelo médico Dr. Sheppard, o romance da década de 1920 é um dos mais famosos de Agatha Christie.

Morte no Nilo (1937)

Quando a milionária Linnet Ridgeway casa com o ex-namorado da melhor amiga e vai passar a lua de mel no Egito, muitas coisas começam a acontecer até culminarem na sua morte em um cruzeiro. Várias pessoas também vão para o mesmo destino, e o detetive Hercule Poirot, que está de férias no país dos faraós, tenta resolver mais um mistério. Como Agatha Christie conseguiu imaginar tantas histórias como essa?

Os crimes ABC (1936)

Mais um romance de Agatha Christie no qual o detetive belga tenta resolver o mistério. Hercule Poirot recebe uma misteriosa carta, assinada com “A.B.C”, informando que um assassinato ocorrerá em breve em Londres. Em seguida recebe mais duas cartas semelhantes, cada uma com um crime diferente, porém todos em ordem alfabética: Alice Ascher, morta em sua tabacaria em Andover, Betty Barnard, uma garçonete, morta na praia de Bexhill, e Sir Carmichael Clarke, um homem rico, morto em sua casa em Churston.



1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by