Comerciais do Super Bowl chamam a atenção do mundo - Traduzca - Tradução juramentada, simultânea e documentos. Orçamento online!
Jornalista preso usa WhatsApp para publicar livro e ganha prêmio
1 de fevereiro de 2019
Salvador Dalí renasce em holograma para museu em sua homenagem
5 de fevereiro de 2019

Comerciais do Super Bowl chamam a atenção do mundo

Os Estados Unidos pararam para assistir o Super Bowl LIII na noite do último domingo, dia 3 de fevereiro. A final do torneio do esporte mais popular no país é um grande evento midiático, que sempre bate recordes de audiência e hipnotiza fãs no mundo inteiro. Como de costume, o grande assunto, além do hexacampeão New England Patriots, são os acontecimentos nos intervalos do jogo, com comerciais de TV e um grande show musical dentro do gramado.

Dos comerciais exibidos em emissoras de TV do mundo, dois chamaram a atenção do público que assistia ao jogo. O primeiro, da rede de fast food Burger King, mostra o pintor e cineasta norte-americano Andy Warhol comendo um sanduíche. O aclamado artista olha pra câmera, abre uma embalagem, tira o hambúrguer, coloca ketchup e come. E só. Veja o vídeo abaixo.

Mas o comercial que mais gerou repercussão nas redes sociais foi o comercial produzido pelo jornal Washington Post, o primeiro do veículo na história do Super Bowl. Com um minuto de duração, o vídeo é um manifesto pela democracia e liberdade de imprensa e expressão. Chamado de “Democracy Dies in Darkness” ou “Democracia Morre na Escuridão”, na tradução do inglês para o português, o comercial narrado pelo ator Tom Hanks reforça e valoriza a importância dos jornalistas no mundo de hoje.

 

 

O comercial do Washington Post também faz uma homenagem aos milhares de profissionais da área que foram mortos enquanto cumpriam o dever de informar. Segundo dados da Federação Internacional de Jornalistas, mais de 90 profissionais do meio morreram em 2018 em decorrência de ataques a bomba, tiroteio ou assassinatos.

Assistido em quase todos os países, o Super Bowl é o segundo evento esportivo com mais audiência no mundo, fica somente atrás da final da Liga dos Campeões da UEFA, o torneio de futebol europeu.