Conferimos cinco afirmações sobre a história do Brasil
Belga recebe pizzas em casa todos os dias sem pedir
10/06/2020
Baú com tesouro é encontrado após dez anos de buscas nos Estados Unidos
15/06/2020

Conferimos cinco afirmações sobre a história do Brasil

Vamos começar o fim de semana com mais algumas curiosidades sobre a história do Brasil. Como falamos anteriormente, este é o quarto capítulo da série em que verificamos informações em uma lista que circula nas redes sociais com fatos sobre a monarquia e a história brasileira. Clique nos links para ler o primeiro capítulo, o segundo e o terceiro, respectivamente.

D. Pedro II recebeu 14 mil votos na Filadélfia para a eleição Presidencial devido à sua popularidade, pois na época os eleitores podiam votar em qualquer pessoa nas eleições.

Sim, o imperador brasileiro Dom Pedro II foi “indicado” à presidência dos Estados Unidos em 1876, mas como piada, obviamente. Durante uma viagem não oficial ao país, o monarca ganhou a simpatia dos norte-americanos a ponto de ser publicado no jornal New York Herald, em tom de brincadeira, que uma chapa encabeçada pelo imperador do Brasil seria lançada tendo Charles Francis Adams, descendente do ex-presidente John Adams, como vice. No entanto, não é possível precisar quantos “votos” Dom Pedro II recebeu nas eleições, já que era possível escrever qualquer nome nas cédulas de votação.

Sim, o imperador brasileiro Dom Pedro II foi "indicado" à presidência dos Estados Unidos em 1876, mas como piada, obviamente. Durante uma viagem não oficial ao país, o monarca ganhou a simpatia dos norte-americanos a ponto de ser publicado no jornal New York Herald, em tom de brincadeira, que uma chapa encabeçada pelo imperador do Brasil seria lançada tendo Charles Francis Adams, descendente do ex-presidente John Adams, como vice. No entanto, não é possível precisar quantos "votos" Dom Pedro II recebeu nas eleições, já que era possível escrever qualquer nome nas cédulas de votação.

Pedro II fez um empréstimo pessoal junto a um banco europeu para comprar a fazenda que abrange hoje o Parque Nacional da Tijuca. Em uma época que ninguém pensava em ecologia ou desmatamento, Pedro II mandou reflorestar toda a grande fazenda de café com vegetação da Mata Atlântica.

A afirmação não é totalmente verdadeira. Dom Pedro II foi o responsável pelo reflorestamento do Parque Nacional da Tijuca. A intenção, no caso, era solucionar o problema de abastecimento de água na região. Para isso, o imperador do Brasil desapropriou chácaras e fazendas que existiam na região, sem ter tomado um empréstimo no exterior.

A afirmação não é totalmente verdadeira. Dom Pedro II foi o responsável pelo reflorestamento do Parque Nacional da Tijuca. A intenção, no caso, era solucionar o problema de abastecimento de água na região. Para isso, o imperador do Brasil desapropriou chácaras e fazendas que existiam na região, sem ter tomado um empréstimo no exterior.

Quando D. Pedro II do Brasil subiu ao trono, em 1840, 92% da população brasileira era analfabeta. Em seu último ano de reinado, em 1889, essa porcentagem era de 56%, devido ao seu grande incentivo à educação, à construção de faculdades e, principalmente, a inúmeras escolas que tinham como modelo o excelente Colégio Pedro II.

De fato, o número de escolas cresceu durante o reinado de Dom Pedro II. Em 1857, por exemplo, existiam 2.595 escolas primárias com 70.000 alunos no Brasil. Anos mais tarde, em 1886, há registros de 6.605 escolas com 213.670 alunos. O número de analfabetos, porém, não diminuiu. Segundo o censo demográfico de 1872, o índice de analfabetismo era de 82% entre as pessoas com cinco anos ou mais. No censo seguinte, realizado em 1890, um ano após o proclamação da República, o número de analfabetos era de 82,6%. Já o Colégio Pedro II, citado como modelo, foi fundado em 1837, quatro anos antes de sua coroação.

De fato, o número de escolas cresceu durante o reinado de Dom Pedro II. Em 1857, por exemplo, existiam 2.595 escolas primárias com 70.000 alunos no Brasil. Anos mais tarde, em 1886, há registros de 6.605 escolas com 213.670 alunos. O número de analfabetos, porém, não diminuiu. Segundo o censo demográfico de 1872, o índice de analfabetismo era de 82% entre as pessoas com cinco anos ou mais. No censo seguinte, realizado em 1890, um ano após o proclamação da República, o número de analfabetos era de 82,6%. Já o Colégio Pedro II, citado como modelo, foi fundado em 1837, quatro anos antes de sua coroação.

A imprensa era livre, tanto para pregar o ideal republicano quanto para falar mal do Imperador.

A afirmação é confirmada por cartas de Dom Pedro II enviadas à princesa Isabel, em que fala que “a nossa principal necessidade política é a liberdade de eleição; sem esta e a de imprensa não há sistema constitucional na realidade”. Ao imperador brasileiro também é atribuída a frase “imprensa se combate com imprensa”.

O maestro e compositor Carlos Gomes, de O Guarani, foi sustentado por Pedro II até atingir grande sucesso mundial.

De fato, Carlos Gomes foi um dos amigos e protegidos de Dom Pedro II. Ainda jovem, o maestro e compositor foi apresentado ao imperador brasileiro, que o indicou para o Conservatório de Música. Anos mais tarde, foi enviado à Europa com todas as despesas pagas pela Empresa de Ópera Lírica Nacional. Rodou pelo velho continente até o ápice da carreira, marcado pela estreia de O Guarani. O lançamento da peça no Brasil aconteceu em 2 de dezembro de 1870, aniversário de 45 anos de Dom Pedro II.

De fato, Carlos Gomes foi um dos amigos e protegidos de Dom Pedro II. Ainda jovem, o maestro e compositor foi apresentado ao imperador brasileiro, que o indicou para o Conservatório de Música. Anos mais tarde, foi enviado à Europa com todas as despesas pagas pela Empresa de Ópera Lírica Nacional. Rodou pelo velho continente até o ápice da carreira, marcado pela estreia de O Guarani. O lançamento da peça no Brasil aconteceu em 2 de dezembro de 1870, aniversário de 45 anos de Dom Pedro II.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?