Conheça a Cratera de Darvaz, buraco em chamas há 50 anos no Turcomenistão
Agência de turismo vende viagem de volta ao mundo a bordo de trem
26/11/2019
Árvore de Natal do Rockefeller Center já está em exposição em Nova York
28/11/2019

Conheça a Cratera de Darvaz, buraco em chamas há 50 anos no Turcomenistão

Uma grande cratera está pegando fogo há quase 50 anos no Turcomenistão e agora o governo deseja transformar o local em um ponto turístico mundial. Localizada no meio do deserto de Karakum, a Cratera de Darvaz, ou “Portão do Inferno”, como é conhecida, foi descoberta durante o período soviético nos anos de 1970, quando engenheiros procuravam campos de petróleo e gás natural na região.

Não existe uma versão oficial sobre como a Cratera de Darvaz começou a pegar fogo, mas a teoria mais aceita diz que quando o Turcomenistão ainda fazia parte do bloco da antiga União Soviética, engenheiros percorreram o país atrás de recursos, como petróleo e gás natural. Durante uma perfuração exploratória, o solo da região cedeu, criando o enorme buraco de 70 metros de largura por 30 metros de profundidade. Os profissionais envolvidos no trabalho tiveram apenas ferimentos leves, mas as consequências do fato foram um pouco mais além do imaginado.

Assim que a cratera se abriu, os engenheiros perceberam que havia um grande vazamento de gás metano na Cratera de Darvaz, o que poderia ser fatal para quem frequentasse o lugar ou para a população de vilarejos próximos. Para tentar solucionar o problema, a equipe responsável, resolveu atear fogo à cratera. As chamas, porém, jamais se apagaram e desde então turistas de vários locais do mundo são atraídos ao local, ficando frente a frente com o buraco e apreciando as chamas que queimam lá dentro. Quem já passou por lá diz que o passeio fica mais bonito à noite, quando a luz do lugar ganha destaque em meio à escuridão do deserto de Karakum.

O Turcomenistão é um dos países mais fechados do mundo. Localizado na Ásia Central, entre países com o mesmo sufixo (Cazaquistão, Quirguistão, Uzbequistão e Afeganistão, além do Irã e do Mar Cáspio), o país é governado pelo mesmo presidente desde 2006, quando substituiu o anterior, tendo atuado como seu ministro da saúde e dentista particular. O presidente atual, Gurbanguly Berdimuhammedow, aliás, é um dos que mais visita a Cratera de Darvaz, fazendo trilhas de rally próximas ao local.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by