_yoast_wpseo_focuskw
Literatura a tiracolo: bolsa em formato de livro para amantes da boa leitura
16 de novembro de 2016
Dicionário Oxford elege “pós-verdade” como a palavra do ano em inglês em 2016
18 de novembro de 2016

Cuidado com os modismos no nosso idioma: Saiba como evitar alguns deles

Você sabia que a escrita também pode ser vítima de modismos? Isso pode afetar o nosso idioma, mesmo que depois acabe caindo em desuso. Verbos como “descriminalizar”, “disponibilizar” e “elencar” são algumas das bolas da vez, conforme a revista Exame. Veja abaixo alguns exemplos de como é possível evitar os modismos no dia a dia, seja no trabalho ou nas relações pessoais:

01-idioma
Descriminalizar ou descriminar?
Descriminalizar seria um neologismo, uma invenção que vem se tornando. Ao invés dele, opte por “descriminar”, que indica “deixar de ser crime”. Não confundir com “discriminar”, cujo significado é diferenciar, distinguir.

Disponibilizar
O verbo, amplamente utilizado no particípio (disponibilizado), pode ser substituído tranquilamente por “disponível”.

“Enquanto” no sentido de função ou aspecto
A palavra “enquanto” indica tempo simultâneo e pede correlação de tempo verbal. Mas tem sido empregada para condicionar função ou algum aspecto, como na frase: “Fulano, “enquanto” diretor da empresa, investiu mais nesse setor.” O uso adequado do enquanto seria, por exemplo: “Começou a chover enquanto estivemos reunidos”.

Elencar
No sentido de listar, pode ser substituído por verbos existentes como “enumerar” e o próprio “listar”.

As dicas acima são do professor de português Diogo Arrais e foram compiladas pela revista Exame.