De passagem pela Terra, cometa Neowise pode ser visto a olho nu
Saiba quais passos seguir para solicitar a cidadania italiana no Brasil
24/07/2020
O Cortiço, de Aluísio Azevedo, é um clássico da literatura brasileira. Publicado em 1890, o romance fala sobre as péssimas condições de vida dos moradores dos cortiços cariocas do final do século XIX. O proprietário do cortiço da história, João Romão, também é dono de uma pedreira e de uma venda. E foi numa venda, em 2020, que o livro desaparecido foi encontrado depois de duas décadas.
Exemplar de O Cortiço é devolvido para biblioteca depois de 20 anos
28/07/2020

De passagem pela Terra, cometa Neowise pode ser visto a olho nu

Quem olhou para o céu nos últimos dias percebeu algo a mais, além das estrelas. O cometa Neowise (C/2020 F3) está de passagem pelo hemisfério sul da Terra e visível em todo o Brasil. Pessoas de todos os cantos do país estão fotografando, das janelas de suas casas, a passagem do cometa pela Terra.

Mesmo que o ponto máximo de aproximação entre o cometa e a Terra tenha acontecido na madrugada da última quinta-feira, dia 23 de julho, quando estava a 103,5 milhões de quilômetros de distância do nosso planeta, ainda é possível observar a passagem do cometa, que deve acontecer novamente, segundo estudos, daqui 6.765 anos.

Mesmo que o ponto máximo de aproximação entre o cometa e a Terra tenha acontecido na madrugada da última quinta-feira, dia 23 de julho, quando estava a 103,5 milhões de quilômetros de distância do nosso planeta, ainda é possível observar a passagem do cometa, que deve acontecer novamente, segundo estudos, daqui 6.765 anos.

Segundo a astrônoma do Museu Americano de História Natural de Nova York, Jackie Faherty, “com binóculos ou telescópio, ainda poderemos vê-lo por algum tempo em sua viagem para o interior do Sistema Solar”. Para observar o cometa, é preciso olhar para a direção noroeste, perto do horizonte. A cada dia, ele estará um pouco mais alto, se distanciando da Terra.

Identificado em março deste ano, é possível observar o cometa Neowise até o dia 30 de julho, logo no início da noite, a partir das 18h30. Pela nossa visão, os cometas parecem estar parados, pois não cruzam o céu deixando um rastro de luz, ao contrário dos meteoritos que caem na Terra.

Identificado em março deste ano, é possível observar o cometa Neowise até o dia 30 de julho, logo no início da noite, a partir das 18h30. Pela nossa visão, os cometas parecem estar parados, pois não cruzam o céu deixando um rastro de luz, ao contrário dos meteoritos que caem na Terra.

Cometas são compostos de poeira cósmica microscópica, partículas rochosas maiores e gases congelados em seu núcleo, possuindo cauda dupla. Uma delas é mais estreita, azul e roxa, formada por íons de gases como sódio, amônia e metano. A outra é mais larga e amarelada, formada por poeira incandescente. Em alguns casos, elas apontam para direções diferentes.

Se você não conseguir observar o cometa Neowise nos próximos dias, a passagem de outro cometa já está programada para uma data mais próxima, diferentemente dos 6.765 anos de diferença entre uma volta e outra do Neowise. A próxima passagem do cometa Halley pela Terra está prevista para acontecer em 2061 e também pode ser visível a olho nu.

Se você não conseguir observar o cometa Neowise nos próximos dias, a passagem de outro cometa já está programada para uma data mais próxima, diferentemente dos 6.765 anos de diferença entre uma volta e outra do Neowise. A próxima passagem do cometa Halley pela Terra está prevista para acontecer em 2061 e também pode ser visível a olho nu.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?