Descendentes de Luxemburgo têm direito à cidadania
Exposição sobre a vida de dom Paulo Evaristo Arns é inaugurada em São Paulo
24/07/2018
Arábia Saudita está construindo cidade 33 vezes maior que Nova York
26/07/2018

Descendentes de Luxemburgo têm direito à cidadania

O Consulado de Luxemburgo no Brasil informou recentemente que a lei sobre a aquisição da cidadania do país não será renovada e que os documentos para a primeira fase do processo devem ser apresentados até dezembro deste ano.

O Consulado de Luxemburgo no Brasil informou recentemente que a lei sobre a aquisição da cidadania do país não será renovada e que os documentos para a primeira fase do processo devem ser apresentados até dezembro deste ano.

O tão sonhado passaporte europeu pode estar mais próximo do que você imagina. Estimativas recentes apontam que quase 50.000 brasileiros são descendentes de imigrantes luxemburgueses que começaram a desembarcar no Brasil no início do século XIX e se espalharam pelos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Se você é um deles, é melhor correr. O Grão Ducado de Luxemburgo está à procura de “cidadãos perdidos pelo mundo”, e o prazo para requerer a dupla nacionalidade encerra em dezembro deste ano, desde que alguns requisitos sejam cumpridos.

Único Grão Ducado do mundo, Luxemburgo é uma das seis nações fundadoras da União Europeia. Situado entre a Alemanha, Bélgica e França, o país tem o luxemburguês, o francês e o alemão como idiomas oficiais. Por isso, quando os primeiros imigrantes chegaram ao Brasil, foram confundidos com imigrantes germânicos e enviados para colônias alemãs, principalmente nos estados da região sul.

O Consulado de Luxemburgo no Brasil informou recentemente que a lei sobre a aquisição da cidadania do país não será renovada e que os documentos para a primeira fase do processo devem ser apresentados até dezembro deste ano. O descendente precisa levantar todos os documentos desde o luxemburguês que chegou ao Brasil até a geração do requerente. Todos os papéis devem ter tradução juramentada para o francês com firma do tradutor reconhecida em cartório, e não há a necessidade de apostilamento. A próxima etapa do processo, porém, pode levar até dois anos para ser concluído.

Para saber mais sobre o processo de obtenção da dupla nacionalidade, o site do Consulado de Luxemburgo disponibilizou uma seção com todas as informações e documentos necessários. Se você é um descendente e deseja iniciar a busca pela cidadania, saiba que a Traduzca oferece o serviço de tradução juramentada de documentos para o francês e mais trinta idiomas. Conheça este e todos os nossos serviços aqui.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by