Designer desenvolve mapa com todas as explosões atômicas já registradas
Músico desenvolve site que cria playlist de acordo com o clima na sua região
17/09/2019
Aeroporto de Porto Alegre registra parte da história do Rio Grande do Sul
19/09/2019

Designer desenvolve mapa com todas as explosões atômicas já registradas

Desde que o ser humano desenvolveu o primeiro dispositivo de fissão nuclear, durante o Projeto Manhattan, entre 1942 e 1945, vários testes com bombas do tipo foram realizados em diversas regiões do mundo. Segundo dados da Agência Internacional de Energia Atômica, organização das Nações Unidas que promove o uso pacífico da energia nuclear, mais de duas mil explosões nucleares foram registradas na Terra desde então. Com esse dado em mãos, o designer Peter Atwood desenvolveu um mapa que apresenta os locais onde bombas atômicas foram testadas.

O designer usou um modelo de mapa-múndi e sinalizou com diferentes cores os testes realizados no planeta. Estados Unidos, União Soviética, Reino Unido, França, China, Índia, Paquistão e Coreia do Norte são os oito países com maior atividade atômica e que mais realizaram experimentos com dispositivos do tipo. Mesmo com o alto número de explosões registradas, apenas duas bombas nucleares foram usadas durante guerras, quando os norte-americanos bombardearam as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, encerrando a II Guerra Mundial.

Quase metade dos testes com dispositivos nucleares foram realizados nos Estados Unidos. O país da América do Norte registra 980 experimentos do tipo entre 1951 e 1992 no estado de Nevada. Algumas explosões criaram nuvens em formato de cogumelo tão grandes a ponto de serem visualizadas em Illinois, localizado a cinco estados de distância. Outros 24 testes em território norte-americano foram realizados em parceria com o governo inglês. Outro local que registra alto número de explosões nucleares é Semipalatinsk, no Cazaquistão. O território, conhecido como “o Polígono”, é o berço da primeira arma de fissão da União Soviética, desenvolvida em 1951. Ao todo, 456 testes atômicos foram realizados no local.

O terceiro exemplo com grande incidência de testes é a China, que já registrou ao menos 45 explosões entre 1964 e 1996 no lago Lop Nur, no norte do país. É possível perceber no mapa criado pelo designer norte-americano que apenas duas regiões do planeta ainda não realizaram testes atômicos: a América do Sul e a Antártica, onde ainda não há relatos sobre testes nucleares em seus territórios.



1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by