Entenda o que muda com o Brexit, que entra em vigor neste sábado
Saiba como acessar o acervo da revista National Geographic pela Internet
30/01/2020
Traduzca abre unidade na Avenida Paulista
03/02/2020

Entenda o que muda com o Brexit, que entra em vigor neste sábado

Após anos de acordos e desacordos, finalmente chegou o dia em que o Brexit será concluído e o Reino Unido dirá adeus à União Europeia.

Após anos de acordos e desacordos, finalmente chegou o dia em que o Brexit será concluído e o Reino Unido dirá adeus à União Europeia. O bloco econômico, que começou a ser formado em 1957 e foi oficializado pelo Tratado de Maastricht em 1992, perde um de seus membros pela primeira vez na história. O que acontece a partir de agora? Qual o impacto deste fato para turistas e profissionais que pretendem visitar o país a turismo ou a trabalho? Essas são algumas perguntas que o blog da Traduzca responde hoje.

O Brexit não muda nada imediatamente. A partir de 1º de fevereiro, Reino Unido e a União Europeia passam por um período de transição que levará onze meses. Até lá, todos os cidadãos britânicos têm direito à livre circulação entre os países-membros do bloco. Até o final de 2020, o Reino Unido também continuará contribuindo para o orçamento do bloco europeu, mas seus deputados não votarão nas reuniões referentes às leis que regem o velho continente.

Após anos de acordos e desacordos, finalmente chegou o dia em que o Brexit será concluído e o Reino Unido dirá adeus à União Europeia.

Para os brasileiros que planejam visitar do Reino Unido nos próximos meses, o Brexit também não impacta os trâmites necessários para o desembarque. Alguns países da União Europeia são signatários do Acordo de Schengen, que garante a livre circulação de pessoas sem controle nas fronteiras. O Reino Unido, porém, nunca assinou o acordo, pois prefere impor alguns requisitos para a entrada de estrangeiros em seu território. Atualmente, brasileiros que desejam visitar os países-membro da UE não precisam de visto, mas a permanência não pode extrapolar seis meses.

Como o Reino Unido nunca aderiu ao euro e sempre utilizou a libra esterlina como moeda oficial, a Royal Mint (Casa da Moeda Britânica) não precisará imprimir novas cédulas para os cidadãos. O que muda com o Brexit é o passaporte dos britânicos, que serão reimpressos com o tempo. A partir de agora, todo mundo que fizer o primeiro passaporte ou renová-lo receberá o novo modelo, agora em azul e sem o selo da União Europeia.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by