Fim de semana de datas históricas, com Tiradentes e Descobrimento
Conheça o site que encontra obras de arte pela sua paleta de cores
19 de abril de 2018
Veja fotos raras da NASA que quase foram jogadas fora
23 de abril de 2018

Fim de semana com datas históricas para o Brasil

Tiradentes foi condenado à forca em 1972 e a data de sua morte virou feriado nacional.

Tiradentes foi condenado à forca em 1972 e a data de sua morte virou feriado nacional.

O fim de semana que começa daqui a pouco tem duas datas importantes para a história do Brasil. No sábado, dia 21 de abril, lembramos a história de Tiradentes, figura histórica que lutou pela independência do país no período em que ainda éramos uma colônia portuguesa e morreu enforcado no Rio de Janeiro em 1792. No dia seguinte, completa-se 518 anos da chegada de Pedro Álvares Cabral e suas caravelas a Porto Seguro, na Bahia.

Sempre que essa época do ano chega, surge a dúvida do por que comemoramos uma data e não a outra. A resposta para essa pergunta você encontra nas linhas a seguir.

Vamos começar a história pelo meio, contando como Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, teve a data de sua morte transformada em feriado. Condenado à forca em 1972 (já falamos como isso aconteceu), ele só passou a ser tratado como herói quase 100 anos após o fato. Isso porque seu nome era proibido durante o período imperial; porém, quando a república foi instalada no Brasil, ele foi eleito como mártir cívico-religioso e antimonarquista pelo movimento republicano e a data foi proclamada feriado nacional em 1890.

Além da morte de Tiradentes, outros fatos históricos para o Brasil também aconteceram no dia 21 de abril e o blog da Traduzca relembrou alguns. Para ver, clique aqui.

Mas agora vamos falar sobre domingo, dia 22 de abril. Por que não comemoramos o descobrimento do nosso país? Segue a resposta.

O descobrimento do Brasil é celebrado no dia 22 de abril há pouco tempo. Isso porque, até o início da Revolução de 1930, acreditava-se que a data da chegada de Cabral à Bahia era 03 de maio, dia de Santa Cruz para a Igreja Católica. Quando a carta de Pero Vaz de Caminha, escrivão da frota de Cabral, foi publicada, em 1817, descobriu-se que a data correta do descobrimento do Brasil foi o dia 22 de abril, mas o calendário cívico brasileiro só foi corrigido mais de um século depois.

Pedro Álvares Cabral e suas caravelas chegaram à Bahia em 22 de abril de 1500.

Pedro Álvares Cabral e suas caravelas chegaram à Bahia em 22 de abril de 1500.