Luxemburgo promete ser o primeiro país com transporte público totalmente gratuito - Traduzca - Tradução juramentada, simultânea e documentos. Orçamento online!
Equipamento chinês usado para ouvir sons do espaço é danificado por turistas
07/12/2018
Parceria entre Google e The New York Times digitaliza imagens históricas
11/12/2018

Luxemburgo promete ser o primeiro país com transporte público totalmente gratuito

The nice city of Luxembourg in Europe

Sofrendo com a densidade populacional, estima-se que a Cidade de Luxemburgo, que tem cerca de 110 mil habitantes, receba diariamente mais de 200 mil pessoas que moram em países vizinhos.

Sofrendo com a densidade populacional, estima-se que a Cidade de Luxemburgo, que tem cerca de 110 mil habitantes, receba diariamente mais de 200 mil pessoas que moram em países vizinhos.

Muito diferente do que vemos pelo Brasil, Luxemburgo será o primeiro país do mundo a ter o transporte público totalmente gratuito. A medida está sendo adotada aos poucos, inicialmente com gratuidade para idosos, crianças e estudantes. A ideia agora é implantar para toda a população.

A gratuidade no transporte valerá para metrô, trens e ônibus e entrará em vigor no próximo verão, em junho de 2019. Apesar de Luxemburgo ser um dos países menos populosos da Europa, com pouco mais de 500 mil habitantes, a capital sofre com engarrafamentos e trânsito intenso. Segundo dados do poder público local, os motoristas passam cerca de 33 horas parados no trânsito. Além disso, estima-se que a cidade, que tem cerca de 110 mil habitantes, recebe diariamente mais de 200 mil pessoas que moram em países vizinhos como França, Bélgica e Alemanha, e atravessam as fronteiras para trabalhar.

A tarifa comum para todos os tipos de transporte público é de 2 euros, aproximadamente R$ 9,00, para uma viagem de duas horas, tempo que, em um país com pouco mais de 2.500 m², cobre qualquer destino. Detalhes como tarifas diferenciadas para primeira e segunda classe em trens de viagem ou cargueiros ainda serão debatidos pelo governo. Entretanto, a meta do primeiro-ministro de Luxemburgo, Xavier Bettel, é acabar com todas as tarifas até o começo de 2020.

Durante a campanha, Bettel priorizou temas como preservação do ambiente e mobilidade urbana. Além da gratuidade no transporte público, o governo também está considerando a legalização da maconha para uso recreativo no país.

Cidadania Luxemburguesa

Já falamos anteriormente aqui no blog da Traduzca sobre os prazos para a obtenção da cidadania em Luxemburgo. O prazo para solicitar a cidadania encerra no dia 31 deste mês. O encerramento das atividades do consulado, com sede em São Paulo, será no dia 20 e, após essa data, não haverá como receber correspondência até o início de janeiro. Por isso, atenção: processos que por ventura chegarem após o dia 20 não serão computados e enviados para Luxemburgo.

Lembrando que o passo mais importante para solicitar a cidadania luxemburguesa é a tradução juramentada de todos os documentos brasileiros, inclusive o comprovante de endereço, com a firma do tradutor juramentado reconhecida em cartório. O consulado luxemburguês informa que não é necessário o apostilamento dos documentos.

Para ter acesso aos documentos de imigrantes luxemburgueses, os solicitantes devem entrar em contato com o Arquivo Nacional de Luxemburgo pelo e-mail nationalite@mj.public.lu. O idioma para contato pode ser alemão, francês ou inglês. Todas as informações sobre o imigrante devem ser enviadas, como nome, data de nascimento, local de nascimento e filiação. Quanto mais informações disponíveis, mais fácil é a identificação. Os documentos para a obtenção da cidadania estão no site do consulado de Luxemburgo.

Importante lembrar que o processo de obtenção da cidadania luxemburguesa só pode ser iniciado por maiores de 18 anos com descendência sanguínea. Menores de idade devem realizar o processo junto com pai ou mãe. Os cônjuges, entretanto, não têm direito à cidadania.

 



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by