Município alemão oferece 1 milhão de euros para quem provar que ele não existe
Constituição Espacial tem legislação para crimes cometidos fora da Terra
27 de agosto de 2019
Sueca de 16 anos atravessa oceano em 15 dias para participar de conferência da ONU
29 de agosto de 2019

Município alemão oferece 1 milhão de euros para quem provar que ele não existe

Uma pequena cidade da Alemanha lançou um concurso pouco comum. A prefeitura local está em busca de teorias que provem a não existência de Bielefeld. Exatamente isso que você leu. A piada, que surgiu na internet há 25 anos, é semelhante à brasileira sobre o estado do Acre, mas a intenção da administração do município alemão é capitalizar a brincadeira para atrair turistas. O prêmio para quem provar que o local não existe é de 1 milhão de euros, aproximadamente R$ 4,5 milhões.

Bielefeld é uma pacata cidade do estado alemão de Renânia do Norte-Vestfália. Fundada ainda no início do século XIII, o município com pouco mais de 300 mil habitantes sempre conviveu bem com a brincadeira sobre a sua não existência, e alguns habitantes até acham graça da situação. A história surgiu na internet em 1994, quando o estudante de computação Achim Held fez uma piada em um fórum sobre a inexistência do local, que é conhecido por não ter nenhuma particularidade.

A piada sobre a não existência do município alemão ganhou tanta repercussão no país que até a primeira-ministra Angela Merkel brincou certa vez ao visitar a cidade, confirmando que o local de fato existia. O objetivo agora, porém, é acabar com essa teoria. O prefeito de Bielefeld, Pit Clausen, disse em entrevista recente que esta é “mais uma oportunidade justa e generosa” que o lugar tem de provar que não é uma ilusão. A cidade, porém, é sede de galerias de arte, importantes museus e ainda tem uma orquestra filarmônica e alguns grupos de corais.

Para celebrar os 25 anos da não existência da cidade, Bielefeld está planejando, além do concurso, uma grande festa com a presença do criador da teoria de conspiração. Interessados em provar que o município alemão não existe devem encaminhar os documentos até o dia 4 de setembro pelo site oficial do concurso. Segundo o diretor de marketing do município, Martin Knabenreich, “temos 99,99% de certeza que poderemos refutar qualquer alegação”.