Na Holanda, o número de bicicletas supera a população total do país - Traduzca - Tradução juramentada, simultânea e documentos. Orçamento online!
Vilarejo de arquipélago russo é invadido por ursos-polares
12 de fevereiro de 2019
Pesquisador afirma que asteroide pode ser “uma nave espacial que não funciona mais”
14 de fevereiro de 2019

Na Holanda, o número de bicicletas supera a população total do país

O trânsito intenso tem sido um dos grandes problemas enfrentados em metrópoles do mundo todo. Com o aumento da população, é natural que o número de automóveis na rua também cresça, mesmo que as cidades não estejam preparadas para isso. Porém, um país da Europa está resolvendo outra questão: a Holanda não tem mais lugar para guardar tantas bicicletas, o meio de transporte mais popular entre a população.

Estima-se que a população holandesa seja menor que o número de bicicletas existentes no país. Pesquisas recentes indicam que o total de habitantes hoje, de aproximadamente 17 milhões de pessoas, foi superado pelo de bicicletas, que hoje somam 23 milhões de unidades em todo o país. Cada família tem, em média, três equipamentos. Mas o problema é: onde elas podem ser estacionadas?

A prefeitura de Utrecht, a cidade mais populosa da Holanda, construiu o maior estacionamento subterrâneo para bicicletas do mundo. O local tem três andares e capacidade para 12.500 equipamentos. O acesso é feito pela rua ao lado da estação central de trem, e é possível percorrer todos os andares pedalando até encontrar uma vaga disponível. Entre as facilidades do lugar estão o fácil acesso à estação, o pagamento com o cartão geral de transporte, que é válido em todos os serviços de transporte da cidade, e a possibilidade de locar uma das 700 bicicletas disponíveis 24h por dia.

Outras cidades também estão adotando modelos semelhantes, como Haia, que planeja inaugurar um estacionamento para 8.500 bicicletas até o fim deste ano, e Amsterdã, a capital da Holanda, que está construindo uma garagem para 7.000 equipamentos perto de uma estação ferroviária.

O uso de bicicletas é incentivado pelo governo holandês com redução de impostos para quem utiliza o meio para ir trabalhar ou estudar. A Holanda é o país com mais bicicletas por habitante (1,3), seguido pela Dinamarca (0,8) e o Japão (0,6), e 84% da população usa o meio de transporte para deslocamentos diários.