No Dia da Pizza, físicos calculam como preparar uma pizza perfeita
Museu do Louvre lança linha de perfumes inspirados em obras do acervo
09/07/2019
Prefeitura de Viena, na Áustria, usa comentários negativos da internet para atrair turistas
11/07/2019

No Dia da Pizza, físicos calculam como preparar uma pizza perfeita

Uma massa redonda coberta por molho de tomate, queijo e ingredientes variados. A receita prática é uma das mais populares do mundo e tem uma data só para ela, pelo menos no Brasil. O prato que é preferência nacional tem segredos que, segundo físicos italianos e norte-americanos, a matemática é capaz de explicar. Neste dez de julho, o blog da Traduzca abre a porta da cozinha e revela como preparar a pizza perfeita em casa.

O estudo foi publicado no periódico Arxiv.org por Andrey Varlamov, do Instituto de Supercondutores, Óxidos e Outros Materiais Inovadores e Dispositivos de Roma, Andreas Glatz, da Universidade Northern Illinois, nos Estados Unidos e Sergio Grasso, antropólogo alimentar e cineasta italiano. Os três físicos acompanharam um pizzaiolo enquanto preparava algumas pizzas sabor marguerita. O modo de preparo, os ingredientes e o forno foram analisados e calculados, e eis o resultado esperado: a matemática consegue explicar como fazer uma pizza perfeita.

Em um forno de tijolos, a lenha deve ser queimada em um dos cantos para que o calor possa se espalhar pelas paredes curvas e chão de pedra. Nessa condição, a pizza de marguerita é perfeitamente assada em exatamente dois minutos sob uma temperatura constante de 330 graus Celsius. Quando o sabor for diferente, o pizzaiolo deve levantar a massa cuidadosamente com uma espátula de madeira ou alumínio por aproximadamente 30 segundos, garantindo que o calor se propague e o fundo não queime.

Se você não tem um forno desses, os físicos também divulgaram como preparar a pizza perfeita. Para isso, a massa deve ser assada em uma forma de metal para que absorva o calor mais rapidamente. Assim, ela deve ser assada por exatamente 170 segundos em um forno aquecido a 230 graus Celsius. Para coberturas diferentes da marguerita, o cálculo é diferente e deve ser levado em consideração o teor de água dos ingredientes utilizados.

A pizza é um prato tipicamente italiano, mas o local de sua origem ainda não foi confirmado. Enquanto alguns pesquisadores defendem que a receita foi criada no Egito, outros afirmam que há registros de gregos consumindo a iguaria. Dúvidas à parte, o Brasil é o segundo país que mais consome pizza no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, e motivos é o que não falta para comemorar o dia de hoje, saboreando a sua pizza preferida, não é mesmo?



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by