Pirâmides da China têm mistério antigo desvendado por astrônomo italiano
Expedição encontra últimas árvores gigantes da Mata Atlântica no Brasil
30 de novembro de 2018
Anel que pode ter pertencido a Pôncio Pilatos é identificado
4 de dezembro de 2018

Pirâmides da China têm mistério antigo desvendado por astrônomo italiano

As pirâmides chinesas foram construídas na época da dinastia Han, entre 206 a.C e 220 d.C, com o objetivo de enterrar os primeiros imperadores da China.

As pirâmides chinesas foram construídas na época da dinastia Han, entre 206 a.C e 220 d.C, com o objetivo de enterrar os primeiros imperadores da China.

Quando pensamos em pirâmides, o primeiro país que nos vêm à mente é o Egito. Algumas pessoas lembram ainda do México e do povo Asteca, com o famoso Templo Mayor na cidade de Tenochtitlán. Ainda há muitas dúvidas sobre como todos esses monumentos foram erguidos, mas não é sobre isso que falaremos hoje. Talvez você não saiba, mas a China também guarda algumas pirâmides, e elas escondem um antigo mistério.

As pirâmides chinesas foram construídas na época da dinastia Han, entre 206 a.C e 220 d.C, com o objetivo de enterrar os primeiros imperadores da China. Acreditava-se, até então, que elas estavam perfeitamente alinhadas com os pontos cardeais. Porém, um detalhe nas pirâmides intrigou alguns cientistas: duas, das mais de 30 construções, têm um pequeno desvio de 14 graus.

O motivo para essa diferença era desconhecido por cientistas e frequentadores do local. Intrigado, o astrofísico italiano Giulio Magli propôs uma nova tese para o desvio. A hipótese defendida por ele é que os construtores da tumba do imperador Qin Shi Huang, o primeiro da dinastia Han, não queriam que a entrada da pirâmide apontasse para o Polo Norte, mas sim para a Estrela Polar da constelação Ursa Menor.

Os chineses acreditavam que a Estrela Polar representava o “grande imperador do céu”, por isso a entrada das pirâmides deveria apontar para ela. Os imperadores da China ordenaram que a construção fosse alinhada à estrela para demonstrar que os chineses eram devotos ao imperador celeste.

As pirâmides da China

Que o povo chinês é muito criativo e criador de obras inovadoras, todos nós sabemos. Falamos recentemente aqui no blog da Traduzca de um projeto do governo chinês que pretende lançar uma Lua artificial até 2020. As pirâmides chinesas, mesmo que não sejam tão majestosas como as egípcias ou as Astecas, não são menos fascinantes.

As obras sempre foram alvo de rumores, como a ideia de que elas teriam sido feitas por alienígenas, devido ao seu tamanho. As construções também são, segundo historiadores, as mais antigas do mundo, fato questionado pelo governo do Egito.

Por algum motivo, as autoridades chinesas omitiram durante anos a existência das pirâmides. Os exploradores sabiam da existência dos monumentos há anos, mas por não terem os equipamentos necessários, como câmeras e drones, a comprovação da presença das construções foi obtida apenas vários anos depois.

Comentários