Primeira cidade eco inteligente do mundo será construída em Cancún, México
Peça de xadrez mais antiga do mundo é encontrada no sul da Jordânia
04/12/2019
Blogueiro presenteia quem o reconhecer no aeroporto com passagens de avião
06/12/2019

Primeira cidade eco inteligente do mundo será construída em Cancún, México

Um novo conceito urbanístico vem crescendo nos últimos anos. Chamados de cidades inteligentes, ou smart cities, na tradução para o inglês, novos centros urbanos estão sendo planejados para que a vida dos que ali habitam seja mais simples e moderna. Porém, um novo projeto, desenhado pelo arquiteto italiano Stefano Boeri, a ser construído em uma área a 100 quilômetros de Cancún, México, promete fazer surgir a primeira cidade eco inteligente do mundo, abrigando 130 mil pessoas e 7,5 milhões plantas. A inauguração está prevista para 2026.

Chamada de Smart Forest City, a cidade é inspirada nas cidades-floresta da civilização maia, sendo autossuficiente em termos de alimentos e energia, contando com painéis solares em todo o perímetro. Erguida em Cancún, na costa do Mar do Caribe, o local terá uma central de dessalinização, disponibilizando água potável vinda do mar. A primeira cidade eco inteligente do mundo terá uma área total de 577 hectares, 400 destes destinados a parques e espaços verdes. O objetivo é absorver até 116 mil toneladas de dióxido de carbono, com 5.800 toneladas de CO2 armazenadas por ano.

Além da grande quantidade de recursos naturais disponíveis, a cidade também será um polo de inovação. A Smart Forest City contará com sensores instalados nas residências, armazenando os dados de consumos e disponibilizando informações sobre os melhores horários para utilização de equipamentos eletrônicos, economizando energia. O lixo produzido pelos novos moradores também já tem destino planejado e o projeto propõe que todos os resíduos sejam reciclados ou reutilizados. Jardins aquáticos serão construídos em locais estratégicos para evitar inundações devido ao avanço do mar.

Para chegar até a primeira cidade eco inteligente do mundo, moradores e turistas precisarão de barcos, lanchas ou carros elétricos, já que veículos movidos a combustão, como trens e veículos convencionais, terão acesso somente até a entrada do novo centro urbano. Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas no site oficial do arquiteto italiano Stefano Boeri.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?