Quem é Greta Thunberg e porque você vai ouvir falar muito nela
Uttar Pradesh, na Índia, é a maior subdivisão nacional do mundo
25/09/2019
Comemorando 50 anos, clássico dos Beatles ganha novo clipe com imagens inéditas
27/09/2019

Quem é Greta Thunberg e porque você vai ouvir falar muito nela

Recentemente falamos aqui no blog da Traduzca sobre uma menina sueca de 16 anos que atravessou o Oceano Atlântico para participar da conferência da ONU que debateu as mudanças climáticas mundiais. Acontece que, desde então, a jovem tem ganhado os noticiários do mundo todo com seus discursos em que cobra ações de governantes sobre o momento que estamos passando. Hoje, então, apresentamos a ativista ambiental Greta Thunberg e explicamos por que você ainda vai ouvir e ler muito sobre este nome.

Nascida em Estocolmo, capital da Suécia, há quase duas décadas, Greta Thunberg é reconhecida como uma das mais importantes ativista do clima na atualidade, sendo suas palavras ouvidas e compartilhadas por pessoas de todos os cantos do mundo diariamente. Em 2018, quando tinha 15 anos de idade, a jovem decidiu parar de frequentar as aulas da escola em que estuda às sextas-feiras para ir até o parlamento sueco cobrar ações do governo de seu país sobre a redução das emissões de carbono na atmosfera.

Seu movimento iniciou em agosto, após a Europa passar por uma das mais fortes ondas de calor da história e a Suécia registrar incêndios em vários pontos do país. Segurando um cartaz com a frase “Skolstrejk för klimatet”, ou de greve escolar pelo clima (em tradução livre do sueco para o português), Greta Thunberg ganhou notoriedade e apoiadores em seu país e outros pontos do mundo, e a referida ação, que iria até o dia das eleições gerais na Suécia, precisou ser continuada.

Desde então, ações semelhantes às de Greta Thunberg foram se espalhando pelo mundo, como na Holanda, Alemanha, Finlândia, Dinamarca e Austrália, onde estudantes da mesma idade da ativista sueca foram para a frente dos parlamentos locais portando cartazes com os mesmos dizeres da jovem. A repercussão de seus atos foi tão grande que a menina de 16 anos foi convidada para participar da COP 24 das Nações Unidas, cúpula de países que debatem as alterações climáticas mundiais, em dezembro de 2018, e – mais recentemente – da Conferência do Clima da ONU, em Nova York.



1
Olá! Como podemos te ajudar?
Powered by