Seis livros clássicos que podem ser lidos em apenas um dia - Traduzca - Tradução juramentada, simultânea e documentos. Orçamento online!
Empresa russa planeja criar outdoor publicitário no espaço
23 de janeiro de 2019
Conheça o secreto Clube dos Exploradores, localizado em Nova York
25 de janeiro de 2019

Seis livros clássicos que podem ser lidos em apenas um dia

Janeiro está quase no fim, o Carnaval este ano será apenas em março… Muitas pessoas escolhem este período para viajar e descansar um pouco. Já preparou a lista de leituras? Independente do período de suas férias, hoje trazemos seis sugestões de livros clássicos que você pode ler em um dia. Se você gostou desta ideia, faça um comentário, no fim desta página, com outras sugestões de publicações.

Uma rua de Roma, de Patrick Modiano (Editora Rocco)

Nossa primeira sugestão de hoje é uma narrativa cheia de reviravoltas de um homem que sofre uma amnésia total e contrata um detetive para tentar descobrir sua identidade. O autor do livro é o francês Patrick Modiano, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 2014.

Buracos Negros, de Stephen Hawking (Editora Intrínseca)

Pelo título e autor, você já deve imaginar sobre o que se trata o livro. O conteúdo é a transcrição de duas famosas palestras que o físico Stephen Hawking deu para a BBC Reith Lectures, com explicações didáticas sobre o tema.

Antígona, de Sófocles (Editora L&PM)

Clássico da literatura mundial, Antígona é uma das mais importantes tragédias gregas. O livro narra a história da personagem que dá nome à publicação, uma mulher que, vivendo em uma sociedade em que apenas homens eram autorizados a participar da política, conseguiu abalar a tirania e a sociedade.

A morte de Ivan Ilitch, de Lev Tolstói (Editora 34)

O russo Lev Tolstói é um dos autores que mais passou aqui pelo blog da Traduzca. Publicado logo após uma pausa que o escritor deu na carreira, o livro começa com a morte do personagem principal que volta para narrar os acontecimentos da vida do protagonista, até sua morte ser esclarecida.

E não sobrou nenhum, de Agatha Christie (Editora Globo Livros)

Envolvendo canção infantil, soldadinhos de porcelana e acontecimentos sinistros, o livro conta a história de dez pessoas que são convidadas para passar alguns dias numa ilha. A publicação é considerada o melhor suspense da história por críticos de todo o mundo.

Crônica de uma morte anunciada, de Gabriel García Márquez (Editora Record)

Para quem deseja começar a ler as várias publicações do Gabo, este é um ótimo início. É a história de um homem jurado de morte que vivia em uma comunidade em que todos sabiam que seus dias estavam contados.