Teoria da evolução das espécies foi escrita por muçulmano mil anos antes de Darwin
NASA divulga última imagem captada pela sonda Opportunity
18 de março de 2019
Queda de meteoro na Rússia só é percebida apenas três meses depois
20 de março de 2019

Teoria da evolução das espécies foi escrita por muçulmano mil anos antes de Darwin

Provavelmente você conhece ou já ouviu falar da teoria da evolução das espécies, publicada pelo naturalista inglês Charles Darwin em 1859. Resumidamente, o autor diz que os seres mais adaptados ao meio em que vivem têm maiores chances de sobrevivência, deixando mais descendentes. O britânico revolucionou a forma como a ciência enxergava organismos, animais e plantas, criando novos campos de estudo no mundo todo. A ideia, porém, já não era inédita no mundo na época.

Um filósofo muçulmano, chamado Abu Usman Amr Bahr Alkanani al-Basri, conhecido como Al-Jahiz, desenvolveu uma teoria muito similar a do inglês, porém mil anos antes. Nascido em 776 na cidade de Baçorá, região que hoje é o sul do Iraque, ele escreveu que os animais se adaptam num processo que também denominou de seleção natural. Sua região era sede de debates sobre religião, ciência e filosofia num momento em que o movimento Mutazilha, que defende o exercício da razão humana, crescia.

Na publicação “O Livro dos Animais”, Al-Jahiz cita 350 espécies, com ideias muito similares àquelas publicadas por Darwin no século XIX. A enciclopédia diz que “os fatores ambientais influenciam os organismos, fazendo com que desenvolvam novas características para assegurar a sobrevivência, transformando-os assim em novas espécies”, e que “os animais estão envolvidos numa luta pela existência e pelos recursos para superar seu predador e para se reproduzirem”. Para o muçulmano estava evidente que uma espécie é mais forte que a outra e que os animais constantemente lutam para sobreviver.

O que parece óbvio hoje, não era há dois séculos. Não há evidências de que Darwin conhecia a obra do autor islâmico, mas suas obras foram referenciadas na época por outros filósofos. As ideias de Al-Jahiz foram citadas por William Draper, como “teoria da evolução maometana” em 1878, pouco tempo depois da publicação de Darwin, que falava sobre o tema.