Trabalhos de reconstrução da catedral de Notre-Dame são retomados em Paris
O que você acha de comprar um distrito inteiro para chamar de seu? Bem, se você tiver dinheiro sobrando e estiver disposto a investir, a vila de Satra Brun, na Suécia, pode ser sua. O vilarejo, localizado na cidade de Sala, a 125 quilômetro de Estocolmo, está à venda por 70 milhões de coroas suecas – aproximadamente R$ 40 milhões. O novo proprietário será dono de aproximadamente 70 construções, algumas históricas, que remontam ao século XVIII.
Conheça a Vila de Satra Brun, na Suécia, à venda por R$ 40 milhões
02/06/2020
Verificamos cinco curiosidade sobre o período imperial do Brasil
04/06/2020

Trabalhos de reconstrução da catedral de Notre-Dame são retomados em Paris

Interrompidos por um mês e meio devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, os trabalhos de reconstrução da catedral de Notre-Dame, em Paris, foram retomados em maio. O prazo para a conclusão das obras da catedral, parcialmente destruída por um incêndio em 2019, é de até cinco anos, disse o presidente francês Emmanuel Macron em um vídeo publicado nas redes sociais do governo no último dia 15 de abril, data que marcou o primeiro ano do incêndio.

Interrompidos por um mês e meio devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, os trabalhos de reconstrução da catedral de Notre-Dame, em Paris, foram retomados em maio. O prazo para a conclusão das obras da catedral, parcialmente destruída por um incêndio em 2019, é de até cinco anos, disse o presidente francês Emmanuel Macron em um vídeo publicado nas redes sociais do governo no último dia 15 de abril, data que marcou o primeiro ano do incêndio.

Símbolo da arquitetura gótica com 850 anos de história, a catedral de Notre-Dame foi parcialmente destruída por um incêndio, que atingiu principalmente a agulha e o telhado do prédio. Esta é a terceira vez que os trabalhos de restauração da igreja são interrompidos. A primeira foi no início dos trabalhos, ainda em 2019, quando precisaram ser adiados devido ao chumbo tóxico liberado pelo incêndio, e a segunda foi no fim do ano passado, quando as chuvas de inverno impediram a realização dos trabalhos.

Em entrevista ao jornal francês Le Parisien, o encarregado de administrar a restauração da catedral de Notre-Dame, Jean-Louis Georgelin, disse que “como parte da retomada gradual das atividades, assegurei que as medidas e procedimentos apropriados fossem implementados para garantir o respeito aos cuidados necessários e a manutenção do distanciamento social”. Foram disponibilizadas máscaras de proteção facial e tubos de álcool em gel 70%, além de acomodações e entrega de refeições para os trabalhadores da obra. Georgelin ainda disse que, “apesar da pandemia, poderemos arregaçar as mangas para cumprir nosso compromisso até 2024”.

Durante as celebrações de Páscoa, na Sexta-Feira Santa, a catedral de Notre-Dame foi reaberta apenas para sete religiosos, que realizaram uma celebração no interior da igreja transmitida pela Internet e acompanhada a distâncias por fiéis. Engenheiros que acompanham os trabalhos de reconstrução dizem que o prédio ainda "não está fora de perigo" e que há uma "chance de 50%" de a estrutura ser salva.

Durante as celebrações de Páscoa, na Sexta-Feira Santa, a catedral de Notre-Dame foi reaberta apenas para sete religiosos, que realizaram uma celebração no interior da igreja transmitida pela Internet e acompanhada a distâncias por fiéis. Engenheiros que acompanham os trabalhos de reconstrução dizem que o prédio ainda “não está fora de perigo” e que há uma “chance de 50%” de a estrutura ser salva.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?