Três erros de digitação são encontrados na nota de 50 dólares australianos
Quem assistiu televisão nos últimos 30 anos conhece a história do Chaves. Uma das séries de TV mais marcantes da história conta o cotidiano de um menino órfão que mora em uma vila dentro de um barril. Agora imagine atravessar o Oceano Atlântico em um objeto similar ao usado como moradia pelo clássico personagem. Foi o desafio encarado e concluído pelo francês Jean-Jacques Savin, de 72 anos, na última quinta-feira, dia 9 de maio, após quatro meses de viagem pelo mar.
Francês atravessa o Oceano Atlântico dentro de um barril
10 de maio de 2019
Projeto recria as Sete Maravilhas do Mundo Antigo em 3D
14 de maio de 2019

Três erros de digitação são encontrados na nota de 50 dólares australianos

O design do dinheiro muda a todo momento em vários locais do mundo. Em abril do ano passado divulgamos aqui no blog da Traduzca um concurso que elege a nota mais bonita do mundo. Já no Brasil, por exemplo, a última alteração no layout das cédulas foi em 2010, quando o tamanho delas deixou de ser único. Na Austrália não foi diferente. A mudança, ocorrida em 2018, trouxe um erro de tradução quase imperceptível, mas que chamou muito a atenção nos últimos dias e fez o governo local se pronunciar.

Seis meses após o início de circulação da nova cédula de 50 dólares australianos, que agora apresenta a imagem e um trecho do discurso de Edith Cowan, a primeira mulher eleita para um cargo legislativo no país, um cidadão enviou uma foto ampliada da nota para a rádio Triple M apontando um erro ortográfico no layout. A imagem mostra que a palavra “responsability” (responsabilidade) está escrita com um “i” no lugar do “a”, ou seja,“responsibilty”.

O texto é um trecho do discurso de posse de Edith Cowan em 1921 e diz: “É uma grande responsabilidade ser a única mulher e eu quero enfatizar a necessidade que existe de ter outras mulheres aqui”. Nas 46 milhões de cédulas já impressas pelo Reserve Bank of Australia, na Casa da Moeda australiana, a palavra aparece em três pontos e, em todos, o termo está escrito incorretamente. A nota de A$ 50 é a de maior circulação no país atualmente.

Em comunicado enviado à Reuters, representantes do governo australiano afirmam estar cientes do erro ortográfico e que “isso não afeta sua validade ou funcionalidade de forma alguma e nós corrigiremos a ortografia durante a próxima tiragem”. O Reserve Bank of Australia disse que as notas atuais serão substituídas com o tempo e que devem se tornar itens em coleções do mundo inteiro.