Cinco importantes dicas para motoristas internacionais de primeira viagem
Apostila da Haia certifica a validade da tradução de documentos
09/12/2020
Golden Visa, o visto específico para quem deseja empreender na Espanha
14/12/2020

Cinco importantes dicas para motoristas internacionais de primeira viagem

Mesmo com uma série de restrições sobre viagens, muitas pessoas têm adotado o turismo de curta distância, que pode ser feito com o próprio carro. Entre os destinos mais frequentes estão alguns países vizinhos, como o Uruguai, Argentina e Chile, por exemplo. Quem vai pegar a estrada pela primeira vez, precisa seguir algumas exigências internacionais, que listamos hoje aqui no blog da Traduzca.

Mesmo com uma série de restrições sobre viagens, muitas pessoas têm adotado o turismo de curta distância, que pode ser feito com o próprio carro. Entre os destinos mais frequentes estão alguns países vizinhos, como o Uruguai, Argentina e Chile, por exemplo. Quem vai pegar a estrada pela primeira vez, precisa seguir algumas exigências internacionais, que listamos hoje aqui no blog da Traduzca.

Permissões internacionais

A Carteira Nacional de Habilitação brasileira é aceita por até 180 dias em todos os países signatários da Convenção de Viena. Alguns países solicitam que os motoristas também tenham a Permissão Internacional para Dirigir (PID). O documento não é obrigatório, mas recomendado por autoridades nacionais e internacionais, e o valor varia de estado para estado.

Idade mínima

Portar a Carteira Nacional de Habilitação não é o único pré-requisito para dirigir em outros países. Muitas nações exigem uma idade mínima para isso, como na Europa, onde a maioria dos países indica idade mínima de 25 anos para motoristas estrangeiros, mesma idade nos Estados Unidos, Canadá e México. Em alguns casos é possível que pessoas a partir dos 21 anos possam dirigir, desde que paguem taxas referentes à idade.

Carta Verde

Quem está planejando uma viagem de carro pela Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, por exemplo, precisa ser alertado sobre a necessidade da Carta Verde. O documento é uma apólice de seguros que cobre possíveis danos materiais e pessoais a terceiros. A Carta Verde é adquirida com companhias de seguros e o valor varia de acordo com o modelo do veículo e o tempo de permanência em outros país.

Itens exigidos

Além da Carta Verde para os motoristas, alguns países também exigem que o veículo seja equipado com itens adicionais. Na Argentina, por exemplo, é obrigatório que os carros de turistas tenham dois triângulos, um suporte de aço para reboque, kit de primeiros socorros e extintor de incêndio.

Exceções

Na Austrália e no Reino Unido, por exemplo, os motoristas estrangeiros precisam se acostumar com a circulação de carros pelo lado esquerdo nas vias, característica da “mão inglesa”. Já no Japão, país que também adota o sistema de “mão inglesa”, não é permitido que turistas dirijam pelas estradas do país.



Open chat
1
Olá! Como podemos te ajudar?