Traduzca é apoiadora da Fundação Abrinq
Novos trechos de A Odisseia, de Homero, são encontrados na Grécia
28 de junho de 2019
Quadro perdido do espanhol Diego Velázquez vai a leilão nesta quarta-feira
2 de julho de 2019

Traduzca é apoiadora da Fundação Abrinq

Uma das mais importantes e reconhecidas entidades sociais de defesa dos direitos da criança e do adolescente do Brasil agora também é apoiada pela Traduzca. Com quase 30 anos de história, a Fundação Abrinq atua em parceria com diversos setores da sociedade, na defesa e garantia de direitos, para intermediar positivamente a relação entre quem precisa de recursos e quem dispõe deles, defendendo uma educação inclusiva e com garantia de acesso e qualidade em todas as etapas.

Com o objetivo de promover a defesa dos direitos e o exercício da cidadania de crianças e adolescentes no Brasil, a Fundação Abrinq foi criada em 1990 pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos e, desde o início, várias ações já foram realizadas por todo o país, sempre com o foco na mobilização e na participação da sociedade, desenvolvendo projetos de amparo a jovens e crianças entre 0 e 18 anos em situação de vulnerabilidade social.

A Traduzca acredita que a educação é fundamental para o desenvolvimento do país e que projetos desse tipo devem ser apoiados e incentivados. A Fundação Abrinq desenvolve ações que promovem os direitos de crianças e adolescentes de diferentes regiões e realidades, sempre de forma sustentável e com recursos garantidos, buscando “um Brasil em que elas possam crescer, brincar, aprender, se desenvolver e se tornarem protagonistas de suas próprias histórias”, como diz o manifesto da entidade.

Para você também ser um parceiro apoiador da Fundação Abrinq, acesse o site da entidade e clique na opção “Doe Agora“. A Fundação apresenta, periodicamente, o que está fazendo, como faz, por que faz, quanto gasta e o que fará com o dinheiro arrecadado com as contribuições, tendo a transparência como uma das bandeiras da organização. Para saber mais sobre os projetos desenvolvidos, clique aqui.